Prêmio internacional de literatura árabe anuncia os 16 romances que concorrem ao troféu em 2018

O Prêmio Internacional de Ficção Árabe publicou nesta quarta-feira (17) a lista dos 16 romances que concorrem ao prestigioso troféu em 2018 — uma espécie de Nobel da literatura escrita em língua árabe, aguardado pelo mercado como indicação de que obras serão traduzidas ao inglês.

A lista, com curadoria do escritor jordaniano Ibrahim Al Saafin, inclui veteranos como o palestino Atef Abu Saif (“Christina”) e estreantes como o saudita Aziz Mohammed (“The Critical Case of K”). Houve 124 inscrições de 14 países. Nas palavras de Al Saafin, em um comunicado oficial:

Os romances indicados são temática e estilisticamente variados: realistas, fantásticos, históricos e sociais, mas todos eles de diversas maneiras lidando com a realidade árabe e os desafios enfrentados por sociedades árabes (…). Eles dão vida às distorções trágicas e aos sonhos dessas sociedades, mergulhando no passado para iluminar temas atuais.

Os seis finalistas receberão US$ 10 mil cada um e o vencedor — anunciado em 24 de abril — ganhará US$ 50 mil adicionais, mas o grande atrativo do prêmio é a garantia de publicação em inglês, escapando assim de um mercado ainda bastante restrito. Os países de língua árabe são responsáveis por apenas 1,1% da produção mundial de livros, apesar de seus falantes corresponderem a 5% da população. O crítico palestino Edward Said descreveu a literatura árabe em 1990 como “sob embargo”, por ainda não chegar a outros países, ou chegar enviesada.

O vencedor de 2017 foi “A Small Death”, de Mohammed Hasan Alwan, ainda em tradução. Há edições em inglês de diversos dos livros que concorreram nos anos anteriores — e este Orientalíssimo repórter conversou com alguns dos autores, como Ahmed Saadawi (“Frankenstein in Baghdad”) e Saud Alsanousi (“Bamboo Stalk”). O laureado de 2012, “Azazel”, de Youssef Ziedan, foi traduzido ao português pela professora da USP Safa Jubran.

A lista de livros que concorrem ao prêmio de 2018 está abaixo, com seus títulos em inglês:

“The Earthen Fortress”, Ahmed Abdel Latif (Egito)
“Christina”, Atef Abu Saif (Palestina)
“Passion”, Rasha Adly (Egito)
“Huddud’s House”, Fadi Azzam (Síria)
“The Last Country”, Antoine Douaihy (Líbano)
“Flowers Consumed by Fire”, Amir Tag Elsir (Sudão)
“The Critical Case of K”, Aziz Mohammed (Arábia Saudita)
“The Second War of the Dog”, Ibrahim Nasrallah (Palestina)
“Here is the Rose”, Amjad Nasser (Jordânia)
“The Black Peacock”, Hamed al-Nazir (Sudão)
“Baghdad Clock”, Shahad Al Rawi (Iraque)
“Al-Najdi”, Taleb al-Refai (Kuwait)
“Heir of the Tombstones”, Walid Shurafa (Palestina)
“The Frightened Ones”, Dima Wannoud (Síria)
“Ali, the Story of an Honourable Man”, Hussein Yassin (Palestina)
“Leg Over Leg”, Amin Zaoui (Argélia)