Restauração turca deforma mosaicos

Por Diogo Bercito
Mosaicos alterados por restauração, na Turquia. Crédito Reprodução
Mosaicos alterados por restauração na Turquia. Crédito Reprodução

Como descobriu uma senhora espanhola que em 2012 tentou restaurar um afresco centenário, talvez na arqueologia a máxima de que “o que vale é a boa intenção” não funcione muito bem.  Àquela época, a imagem de Jesus desfigurado, retocado por uma bem intencionada anciã, virou piada nas redes sociais. O fenômeno está se repetindo na Turquia.

O jornal turco “Huriyet” publicou nesta quarta-feira (6) a notícia de que ao menos dez mosaicos foram danificados na cidade de Hatay durante os trabalhos de reparo. A informação foi divulgada pelo artesão Mehmet Daskapan, do distrito de Antakya, que afirmou serem peças originais do período romano. “Elas se tornaram caricaturas de si mesmas.”

Afresco espanhol restaurado por uma anciã. Crédito Reprodução

“O painel que vi não poderia ser o mesmo mosaico original do 2º século d.C. Faltam algumas das pedras, e outras foram colocadas no lugar errado, criando um olhar discordante”, afirmou Daskapan.

De acordo com o departamento responsável no governo turco, haverá uma investigação sobre o caso. A restauração foi suspensa, por ora, para a proteção dos demais artefatos.

Segundo o “Hurriet”, a notícia foi motivo de chacota na Turquia, com um humorista sugerindo que a intenção dos restauradores havia sido transformar os mosaicos para que se assemelhassem ao presidente turco Recep Tayyip Erdogan. Brincadeiras do gênero, no entanto, levaram dois cartunistas à prisão em março, no país.