A família real que dá nome à Arábia

Por Diogo Bercito

Ouvi dizer, nesta última semana, que de pouco importa a um leitor no Brasil a morte do rei saudita Abdullah. A visão corresponde, de certa maneira, à ideia de que os eventos internacionais não nos dizem respeito. Parece pouco provável.

A Arábia Saudita se esparrama em reservas gigantescas de petróleo, é um dos principais polos de influência no Oriente Médio e tem uma estreita relação com os EUA. Ademais, ao 1,6 bilhão de muçulmanos no mundo, não é de pouca importância que a família real saudita controle os dois lugares mais sagrados dessa religião, as cidades de Meca e Medina (onde afinal nasceu o islã).

Assim, o Orientalíssimo blog hoje sugere a leitura dos perfis publicados pela rede de TV Al Arabiya sobre a família real Al Saud.

Além disso, vale a leitura de um texto escrito pelo site Vox respondendo a 9 perguntas sobre a Arábia Saudita –que, quando foi criada, em 1932, era um país pobre pouco semelhante ao que se tornou. Desde então, a Arábia Saudita, cujo nome homenageia a família, foi regida pelo fundador Abdulaziz Al Saud e por sua primeira geração de filhos.

O rei saudita Salman. Crédito Associated Press

SALMAN BIN ABDULAZIZ AL SAUD, REI
Proclamado rei em 23 de janeiro de 2015 após a morte de Abdullah. Nascido em 1935, tem hoje 79 anos. Estudou religião e memorizou o Alcorão, livro sagrado do islã. Governou Riad, foi ministro da Defesa e recebeu medalhas por trabalhos humanitários, incluindo condecorações francesas e marroquinas. É tido como conservador, assim como era Abdullah.

Muqrin, príncipe herdeiro da Arábia Saudita. Crédito Associated Press

MUQRIN BIN ABDULAZIZ AL SAUD, PRÍNCIPE HERDEIRO
Era, durante o reinado de Abdullah, o segundo na linha de sucessão ao trono. Ele foi membro das Forças Aéreas, governou Medina e foi presidente da Inteligência Geral do país. Nascido em 1945, com estudos no Reino Unido. Conhecido por seu interesse pela astronomia.

MOHAMMED BIN SALMAN BIN ABDULAZIZ AL SAUD, MINISTRO DA DEFESA
Filho do rei Salman, Mohammed é chefe do protocolo real, além de ministro da Defesa. Graduou-se em direito. Nascido em 1980, ele preside uma associação para jovens.

MOHAMMED BIN NAIF BIN ABDULAZIZ AL SAUD, SEGUNDO HERDEIRO
Nascido em 1959, é o segundo na linha de sucessão ao trono saudita. Estudou ciências políticas em Oregon, nos Estados Unidos –onde foi, ademais, treinado em contraterrorismo. Sobreviveu a diversas tentativas de assassinato, incluindo uma organizada pela franquia da Al Qaeda na Península Arábica, em 2009.